Notícias

05/06/2014

RESTAURANTES NA PALMA DA MÃO

Com cada vez mais acesso a dispositivos móveis, ter informação, serviços e produtos na palma da mão tem se tornado algo natural para muitos consumidores. Ao apostar nisso, bares e restaurantes de Goiânia investem no uso de tablets e aplicativos para trazer facilidade aos clientes da escolha do prato até a conta. Na próxima semana, mais um estabelecimento será inaugurado na capital com essa proposta. A intenção é evitar filas de espera para entrar no local e facilitar o pagamento, tudo pelo smartphone do cliente.


“Não acho que é só uma tendência, se tornou uma necessidade e as pessoas buscam por conforto, segurança e querem gastar o tempo com outras coisas”, defende o sócio-diretor do restaurante Moony, Fernando Pacheco Donato. Moony trará no cardápio, a partir do dia 12 de junho, comida contemporânea e é inspirado em cidades cosmopolitas, como Nova York. Com esse ar de modernidade, adotou ferramenta para pagamento móvel e para gerenciar a fila de espera. No começo, o software será divulgado e os usuários terão explicação de como usá-lo para estimular a adoção da novidade.

 

Após baixar o app Kiik no celular, os clientes poderão pagar a conta sem ter de esperar pela máquina de cartão. No lugar de emitir um papel, o usuário recebe e-mail de confirmação. O app também possibilita dividir a conta com amigos. E a posição na fila de espera por uma mesa pode ser vista antes mesmo de chegar ao local. “Também é possível conhecer o cliente, saber o histórico de suas visitas para trazer um serviço mais personalizado”, pontua Donato.

 

“Até final do mês, estaremos em 60 casas em São Paulo. Em Goiânia, é a nossa primeira experiência, e é um mercado muito interessante”, avalia sócio da Incube, desenvolvedora do Kiik, Fernando Blay. Também interessados em aprimorar o atendimento, outros estabelecimentos apostam em disponibilizar tablets nas mesas dos clientes. No Himitsu Culinária Japonesa e Contemporânea, o cardápio fica no dispositivo e de lá o pedido é enviado pelo cliente e chega até a cozinha também em um gadget, que somam 40 ao todo.

 

“Ainda vamos acrescentar na próxima versão mais opções, como a troca de um copo, a substituição de um prato, tudo pelo cardápio digital”, explica o sócio Celso Costa, que utiliza o sistema - criado pelos proprietários do restaurante - desde a abertura da casa, em outubro de 2012. “Fomos um dos primeiros a adotar a tecnologia. Evita confusões com os clientes, além de ser rápido fazer o pedido por lá.” Além dessa opção, na capital goiana já não é incomum encontrar tablets nas mesas disponibilizando o cardápio.

 

Atendimento

 

“O garçom é praticamente o tablet e isso agiliza muito. Foi uma surpresa boa”, conta a personal stylist Luciana de Castro Mendonça, de 25 anos, sobre sua primeira experiência em um restaurante da capital. Para ela, se mais locais também aderirem ao uso, tumulto e dificuldade em ser bem atendido devem diminuir, mas afirma que a presença do garçom é necessária para completar o serviço tirando dúvidas e dando dicas. “É muito útil, principalmente em locais com rodízio e festivais, consumo o que eu quero e quando eu quero.”

 

Aplicativos também já tornam possível fazer o pedido e ver o cardápio pelo dispositivo móvel do cliente. O bar La Eskina é outro local que já utiliza app para isso. “O empresário vê como inovação, mas muitas vezes o cliente final vê como necessidade óbvia e obrigatória”, conclui o diretor de negócios da TIPPZ Mobile, Vandré Sales. A empresa é goiana e oferece solução móvel para estabelecimentos locais. Com a experiência, Sales acredita que usar tecnologia de diferentes formas é uma decisão que depende da visão de cada negócio.

 

“É uma novidade mundial, o que temos disponíveis no mercado são soluções realistas, que chegam com menos espanto e impacto, mas refletem em diminuição de custos operacionais”, afirma Sales, ao comentar que robôs e drones usados no Japão ou nos Estados Unidos para servir clientes são mais para marketing do que realmente para diminuir gastos. Apps para delivery também engrossam as opções para clientes que querem utilizar smartphone, tablet ou computador para pedir comida em Goiânia.

 

Fonte: O Popular



Venha fazer parte da nossa equipe de vencedores. Cadastre seu currículo.

Copyright © 2011-SindInformática - Todos Direitos Reservados

Avenida Anhanguera, nº 5674, sala 401, 4º andar - Setor Central - CEP: 74.043.011 - Goiânia/GO. Fone: (62) 3942.9499 | (62) 3942.9599

Produzido por