Notícias

31/03/2014

HORA DO ADEUS AO WINDOWS XP

Na próxima semana, termina o suporte técnico ao sistema operacional Windows XP. Sem as atualizações automáticas que ajudam a proteger o computador, a Microsoft alerta para vulnerabilidade a vírus e os riscos de segurança para quem permanecer com a versão após o dia 8 de abril. Mas os usuários não parecem tão preocupados. Segundo estudo da Kaspersky Security Network, feito entre fevereiro e março, 10,8% das máquinas analisadas no Brasil ainda usam a plataforma.

É o caso do autônomo Geraldo Mariano da Silva Neto, de 27 anos. Desde que comprou o computador que usa inclusive para trabalho, há cinco anos, nunca trocou o sistema. “Acho mais fácil de operar, além de não pesar muito no meu computador.” Mesmo sendo cuidadoso com a segurança de seus dados, ele diz que não sabia do prazo e dos riscos de permanecer com o XP. “Terei de trocar o sistema ou o computador”.

E não faltou aviso, hardwares exibem alerta sobre o fim do suporte, que foi anunciado em 2007. Depois da data limite – que inicialmente era em 2009 –, não serão feitas as atualizações para segurança contra os novos malwares (programas maliciosos). “Quem insiste está se colocando em risco, porque se aparecer novas falhas o fabricante não vai corrigir e podem ser usadas para instalar vírus no computador e roubar os dados”, explica o analista sênior de malware da Kaspersky, Fábio Assolini. “Todo computador está ligado na internet ou recebe pen drives”, diz.

Com isso, a expectativa é de que os cibercriminosos aproveitem que a base de usuários ainda é grande para encontrar brechas e realizar ataques. “O que é ainda pior, entre os 10% que ainda rodam o sistema, 8,47% deles usam o XP antigo (Service Pack 2). O que significa que estão usando uma versão desatualizadíssima.”

 

Migração

A orientação para quem possui esse sistema operacional é migrar para outro, já que também haverá dificuldade para encontrar aplicativos e dispositivos compatíveis. “O ideal e até melhor em custo benefício é migrar para um computador novo, com uma plataforma mais moderna”, explica o gerente de produtos Windows, Fábio Gaspar, ao lembrar que o XP foi um sucesso absoluto, mas é uma tecnologia de 13 anos atrás e com limitações por isso.

Para computadores antigos, o Windows 7 é o mais indicado, por não requerer tanta memória quanto a versão 8. Enquanto não migrar, o usuário ainda terá um apoio limitado, mas para isso, além de maior cuidado (Veja no quadro), entre as medidas está o download do Microsoft Security Essentials antes de 8 de abril, já que a Microsoft fornecerá atualizações por ele para os serviços de segurança até 14 de julho de 2015.

A empresa também trabalha com fabricantes em promoções para incentivar a compra de novos computadores. “No Brasil, a gente vê que a quantidade de pessoas e empresas com ele não é alta comparada com o mundo. O Brasil está um pouco à frente em função do crescimento do mercado, que incentivou a troca de computador e a compra do primeiro computador numa fase pós-XP, o que ajudou”, diz Gaspar.

A empresa também indica ficar de olho no ciclo de vida dos softwares. O próximo a perder o suporte é o Windows Vista, em 2017. E também em abril deste ano, o Office 2003 não terá mais atualizações. As razões para migrar são semelhantes.

 

Fonte: O Popular



Venha fazer parte da nossa equipe de vencedores. Cadastre seu currículo.

Copyright © 2011-SindInformática - Todos Direitos Reservados

Avenida Anhanguera, nº 5674, sala 401, 4º andar - Setor Central - CEP: 74.043.011 - Goiânia/GO. Fone: (62) 3942.9499 | (62) 3942.9599

Produzido por