Notícias

20/06/2013

GOVERNO ADMITE FALHAS NO 4G NA COPA DAS CONFEDERAÇÕES

O governo sentiu ne pele como as estruturas de tecnologia para a Copa das Confederações não estão funcionando como deveriam. O secretário-executivo do Ministério das Comunicações, Cesar Alvarez, foi ao Rio de Janeiro para participar de um encontro com a área de Telecomunicações e Tecnologia da Informação da Fifa e simplesmente não conseguiu fazer uma ligação do seu telefone celular de dentro de um Maracanã vazio. 

"Vou ter ainda hoje uma reunião com a empresa responsável para saber o que aconteceu", disse Alvarez. Ele admitiu que o sistema 4G não está funcionando como deveria. "Os dados que temos é que o serviço é bastante razoável com algumas falhas. No entorno dos estádios houve um reforço, mas nos momentos de maior concentração de pessoas não tem se mostrado satisfatória", disse. A proposta do leilão de LTE na frequência de 2,5 GHZ previa que 50% das áreas urbanas das seis cidades sede da Copa das Confederações estariam cobertas a partir de 1º de junho.

A principal causa, segundo Alvarez, está principalmente no atraso da construção dos estádios, o que atrasou a instalação do equipamento necessário para fazer a tecnologia funcionar. "Em Fortaleza um cabo nosso de fibra óptica chegou a ser cortado por uma máquina durante as obras", revelou. Ele disse que a preocupação do secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, com a infraestrutura de comunicação na última reunião do Comitê Executivo da Fifa, era justa. "Imagina que em uma final de Copa do Mundo, vamos ter dois terços do mundo vendo o jogo e não podemos ter falhas. Mas o que os gestores de estádio precisam entender é que embora nossa parte seja uma das últimas, não pode ser a última", disse. 

Em Belo Horizonte, por exemplo, o local escolhido para a instalação do equipamento de telecomunicação estava servindo de quarto de entulho, o que atrasou a instalação de todos os equipamentos necessários. "Por isso, ressaltamos a necessidade de que se cumpram os prazos na entrega dos estádios que ainda faltam” lembrou o Chefe de Comunicação do Comitê Organizador Local (COL), Saint-Clair Milesi.

Uma série de reuniões estão sendo marcadas na próxima semana em Belo Horizonte entre a Fifa, o COL, a Telebrás, a Oi, os governos das 12 cidades-sede e o Ministério das Comunicações para avaliar as experiências da Copa das Confederações e ver o que Vai precisar ser feito para 2014. "Mas estou muito tranquilo, porque estamos aprendendo Muito e vamos chegar no próximo ano mais experientes e com mais antecedência", afirmou Alvarez. 

Na avaliação da Fifa e do governo brasileiro, o serviço de broadcasting até agora está satisfatórios. "Por enquanto. a conexão entre as sedes e o IBC estão funcionando bem, mas seguimos trabalhando para que o que não está 100% fique melhor", disse Nicklas Ericson, diretor de TV da Fifa. A entidade anunciou esta manhã que quase 30 milhões de brasileiros viram o jogo de abertura entre Brasil x Japão no último Sábado em Brasília, sendo 26 milhões pela Globo e 3 milhões pela Band. O número supera o alcançado apenas pela Globo na reabertura do Maracanã entra Brasil e Inglaterra no início do mês, e que foi considerado recorde pela emissora. 

 

Fonte: Terra 

Venha fazer parte da nossa equipe de vencedores. Cadastre seu currículo.

Copyright © 2011-SindInformática - Todos Direitos Reservados

Avenida Anhanguera, nº 5674, sala 401, 4º andar - Setor Central - CEP: 74.043.011 - Goiânia/GO. Fone: (62) 3942.9499 | (62) 3942.9599

Produzido por