Notícias

07/03/2013

BRASIL APRESENTA PLANO ESTRATÉGICO DE TI NA CEBIT

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) também está presente na CeBIT 2013, em Hannover, na Alemanha. Em uma palestra na International Business Area (IBA), ontem (05/03) Virgílio Almeida, secretário de Política de Informática da pasta, apresentou ao público um panorama dos investimentos e incentivos que o Brasil oferece às empresas dispostas a investir em tecnologia de informação e comunicação (TIC).

“Até 2015 o País vai investir 250 milhões de dólares no Projeto TI Maior (Programa Estratégico para Software e Serviços de Tecnologia de Informação), que propõe o incentivo a setores de importância estratégica na economia brasileira”, citou o secretário.

Além de investimentos financeiros estão previstos o apoio à pesquisa e leis de incentivo. Segundo Almeida, O TI Maior definiu dez setores como de importância estratégica na economia brasileira. São eles as áreas de saúde e educação, óleo e gás, energia, grandes eventos esportivos, agronegócio, finanças, mineração, segurança e defesa, mídia e comunicação e cloud computing.

O projeto TI Maior é somente parte de uma estratégia mais abrangente para alavancar os negócios no País, que já é o sétimo mercado mundial de TIC. Segundo levantamentos parciais, o Brasil movimentou 233 bilhões de dólares em 2012, sendo 123 bilhões de dólares em TI e 110 bilhões de dólares em comunicação, uma tendência crescente se avaliadas as estatísticas apresentadas pelo secretário.

O Brasil não deseja apenas atrair investimentos estrangeiros mas, também, posicionar suas empresas no mercado externo. Iniciativas neste sentido são, por exemplo, a representação do Ministério no Vale do Silício, nos Estados Unidos. Os chamados “Hubs Internacionais” promovem iniciativas de integração e parcerias, propiciando assim uma inserção internacional.

Mercado internacional

Para Ruben Delgado, presidente da Associação para Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Softex), o mercado de TI se consolida mais a cada participação na feira de Hannover. “Essa estratégia começou a ser desenvolvida na CeBIT 2012. Atualmente o Brasil se firma a cada ano como um player mundial. O País já possui identidade internacional e uma estratégia definida para este mercado”, explica Delgado, que vê com otimismo a participação das empresas brasileiras no evento deste ano. “Temos que ver o Brasil e a sua marca “Brasil IT+” como uma loja que está se inserindo cada vez mais neste grande shopping que é o mercado mundial de TI”, resume.

Na sexta-feira (08/03), o Brasil estará em destaque na IBA durante um encontro de CEOs europeus e latino americanos que debaterão sobre e-commerce e m-commerce no País. O objetivo deste encontro, organizado pela Lateinamerika Verein (associação empresarial de informação para empresas alemãs com interesses na América Latina) e pela Deutsche Messe AG (promotora da CeBIT), é discutir as oportunidades de negócios no mercado brasileiro de comércio eletrônico.

Fonte:Site Computerworld

Venha fazer parte da nossa equipe de vencedores. Cadastre seu currículo.

Copyright © 2011-SindInformática - Todos Direitos Reservados

Avenida Anhanguera, nº 5674, sala 401, 4º andar - Setor Central - CEP: 74.043.011 - Goiânia/GO. Fone: (62) 3942.9499 | (62) 3942.9599

Produzido por